Jean Piaget – A Construção do Conhecimento

  • Imagens da Aula
  • +
  • +
  • Curso

Captura de tela em 2015-07-07 17:34:39

Captura de tela em 2015-07-07 17:34:59

Captura de tela em 2015-07-07 17:35:09

Esta Aula pertence ao Curso Grandes Pensadores – Jean Piaget oferecido pela Ensino Nacional

certificado1 (1)

BIOGRAFIA DE JEAN PIAGET

  • Nascido em Neuchâtel, Suíça, no dia 09 de Agosto de 1896, falecendo em 16 de setembro de 1980 em Genebra, este pensador se formou em biologia, se tornando doutor posteriormente, porém, começou a se dedicar na área de psicologia, educação e epistemologia
  •  Na segunda metade do século XX, Jean Piaget foi sinônimo da pedagogia, sendo de grande influência na área da educação, se formando biólogo, trabalhando com o processo de informação, visando passar o conhecimento para o aluno.
  •  Os estudos realizados por Piaget revolucionaram a educação, por que derrubou muitas teorias clássicas em relação ao aprendizado. Desenvolveu suas pesquisas com o objetivo de entender como o conhecimento é adquirido e montado dentro da nossa mente.
  •  Piaget desenvolveu alguns estudos demonstrando como as crianças adquirem o conhecimento e a sua evolução, que se dá por meio de estruturas de raciocínio e estágio. Vale salientar que o pensamento coerente de uma criança é completamente diferente de um raciocínio lógico de um adulto.
  •  No entendimento deste filósofo, as crianças são as próprias protagonistas do conhecimento, criando e tirando suas próprias conclusões em relação ao mundo que as cerca. Vale lembrar que no método tradicional e ultrapassado as crianças tinham a mente vazia e deveriam ser preenchidas com conhecimento.

 Observação: Piaget foi o protagonista da mudança na educação, pois baseado em entrevistas com crianças, estabeleceu as relações entre o sujeito que avalia, e o mundo que o garoto pretende conhecer.

A TEORIA DA EQUILIBRAÇÃO

  •  Se trata de um ponto de equilíbrio entre a acomodação e assimilação, considerado um regulador entre a criança e o meio ambiente, que enfrentando uma dificuldade, acaba se adaptando.
  •  Piaget criou dois postulados, descrevendo o primeiro, que é alimentado por elementos exteriores, e ajustadas com a sua natureza, implicando na construção de novidades.
  •  O segundo postulado fica obrigado a acomodar os elementos que assimila, porém, sem perder a continuidade nem os poderes que antes foram assimilados. 

OS ESTÁGIOS COGNITIVOS SEGUNDO PIAGET

  • Quanto ao desenvolvimento da criança, Piaget classifica em quatro períodos, sendo eles: o sensório-motor, o pré-operatório, operatório concreto, operatório formal. Sabe-se que a inteligência e a ampliação de conhecimento somente dão resultado se o sujeito tiver interação com o meio social e físico.
  • Na fase sensório-motora, o próprio bebê já começa a estabelecer esquemas para assimilar algumas coisas, como objetos, espaço, causalidade e tempo. Segundo Macedo, de acordo com o tempo, a criancinha vai aperfeiçoando esses diagramas criados por ela mesma.
  • No período pré-operatório a criança substitui um acontecimento ou objeto por uma representação, e conforme Piaget, é admissível esta troca, graças à função simbólica. Neste estágio a criança pede explicação por tudo que acontece ao seu redor, já possui ideia global sem discernir detalhes.
  • No estágio operatório concreto a criança começa a desenvolver a noção de tempo, espaço, causalidade, velocidade, ordem, onde já possui capacidade suficiente para discernir aspectos e separar dados da realidade.
  • O nível operatório formal, segundo o estudioso Wadsworth, a criança atinge o maior nível de desenvolvimento, adquirindo a plena capacidade de raciocinar logicamente, formular suposições, buscando solução para qualquer problema que vier ocorrer. 

AS CONSEQUÊNCIAS DO MODELO DE PIAGET

PARA A AÇÃO PEDAGÓGICA

  • Alguns dos ensinamentos que Piaget deixou foi que o aluno deve aprender naturalmente, estimulando a atividade funcional e respeitando os diferentes estágios de desenvolvimento do educando.
  • Os professores devem indicar atividades que estimulem a reflexão e a descoberta, colaborando com os esquemas mentais, levando o aluno á identificar, diferenciar, deduzir, conceituar.
  • A aprendizagem para se tornar completa deve ter oportunidade do educando em operar diretamente os objetos, experimentando, pesquisando, construindo.
  • É fundamental que na escola seja aplicado os esquemas mentais criados pelos alunos a situações reais, praticando e exercitando as operações concretas, sempre que puder, usando objetos como palito de sorvete, copos plásticos.
  • É também função do professor prestar atenção nos alunos quando os mesmos manifestar suas opiniões, ajudando os mesmos na aprendizagem.
  • Incentivo do jovem a aprender e expor as suas próprias opiniões, com lucidez e exatidão, justificando para que seja compreendida, estimulando o pensamento crítico do educando.

Observação: Para auxiliar no desenvolvimento da criança, é interessante utilizar em sala de aula materiais variados para que aluno possa tocar, ver e manipular, pois com isso a criança vai assimilando os objetos, transformando a ideia mental para a real.

A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO ATRAVÉS DE ESTÁGIOS

  • Ao estudar o desenvolvimento mental, Piaget concluiu que a criança só adquire o conhecimento por meio da experimentação intensa, isto é, acaba conhecendo os objetos primeiro sem formar conceitos, pois estes só virão depois de um tempo.
  • O modo como a criança entende as estruturas é classificada como experiência física, quando o mesmo já começa a relacionar vários itens entre si, saindo do devaneio empírico para a abstração reflexiva.
  • Para os especialistas, a criança começa a desenvolver a inteligência a partir do crescimento intelectual, por meio do processo de equilíbrio entre a assimilação e a acomodação nas relações dentre o sujeito e o objeto.
  • Em relação as estruturas lógico-matemáticas, a criança apresenta mais lógica nas ações do que nas palavras, situação que os atos são de construção das intervenções futuras de esperteza.
  • A assimilação pode ser entendida como o processo de compreensão de algo, utilizando o conhecimento precedente sobre o assunto. Já a acomodação ajusta o entendimento das condições impostas pelo objeto do conhecimento.

EVOLUÇÃO CONCEITUAL E ENSINO-APRENDIZAGEM 

  • O primeiro feitio importante é o desenvolvimento intelectual do sujeito, onde o mesmo deve apresentar projetos de assimilação ao nível de instrução que possui. O segundo aspecto é a tomada de consciência, que é a mudança da identificação do objeto para o entendimento por meio de conceitos.
  • A noção Piagetiana de aprendizagem está totalmente ligada ao novo conhecimento, adquirindo por meio da experiência, de forma mediata, onde o sujeito compreende um evento construindo novos esquemas.
  • O sujeito ao adquirir o conhecimento busca descobrir a realidade que o cerca, ocorrendo como consequência o desenvolvimento mental, evoluindo todas as estruturas que envolvem as informações.
  • O progresso na reconstrução do conhecimento possui diretrizes básicas, onde o sujeito é protagonista da própria evolução conceitual em uma área de determinado assunto, no âmbito da educação.

EPISTEMOLOGIA GENÉTICA

  • Sabe-se que o conhecimento para se formar, passa por determinadas fases no decorrer da vida dos sujeitos. Para Piaget, a construção do saber é realizada de forma efetiva e contínua, onde esse sistema é alimentado a cada dia com novas informações.
  • Nos ensina Piaget que o aprendizado não deve ser rigidamente controlado, e que a informação passada para o educando não deve ser imposta em qualquer tempo. Cada estágio que o indivíduo atravessa as estruturas mentais se adaptam passando para um nível superior.
  • Vale salientar que a formação da capacidade cognitiva acontece através de transposições e rupturas, estabelecendo estágios de desenvolvimento.
  • A partir da formação de Piaget em Biologia, o mesmo influenciou no desenvolvimento de sua teoria, utilizando como base métodos científicos rigorosos. Uma das metas da epistemologia é estabelecer o trajeto da inteligência desde o nascimento até o raciocínio lógico já formado do adulto.
  • As provas piagetianas se baseiam em instrumentos de pesquisa elaborados pelo próprio autor, com o objetivo de investigar o nível de ampliação de conhecimento da criança.

Observação: Piaget ao iniciar seus trabalhos científicos deu a eles o caráter epistemológico, porém, despertou interesse entre os educadores, fazendo com que a sua teoria tivesse progresso no âmbito educacional.

PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM SEGUNDO PIAGET

  • O educando para adquirir o pensamento e a linguagem, necessita passar por fases de progresso psicológico, devendo partir do individual para o social, pois a criança vê o mundo de forma pessoal, assimilando o mundo que vive ao seu redor, melhorando esse conhecimento no decorrer do tempo ao passar por novas experiências.
  • Alguns fatores importantes para o pleno desenvolvimento da criança segundo Piaget é a maturação, experiência física e lógico-matemática, experiência social, motivação, valores, sentimento, equilibração. Para que o mesmo se adapte ao ambiente, é necessário utilizar o processo de acomodação e assimilação, promovendo a auto regulação.
  • Conclui Piaget que as pessoas podem se adaptar tranquilamente á um novo meio social, pois existe uma relação de evolução, onde a criança constrói novas ideias quando mantém contato com novas experiências ambientais. Ressalta também que o conhecimento é adquirido pela abrangência entre homem-meio e sujeito- objeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *