Noções de Segurança Privada

  • Imagens da Aula
  • +
  • +
  • Curso

Captura de tela em 2014-02-14 10:58:14

Captura de tela em 2014-02-14 10:05:33

Captura de tela em 2014-02-14 10:05:46

Esta Aula pertence ao Curso de Defesa Pessoal oferecido pela Ensino Nacional
certificado2

CONCEITOS
Qual é a diferença entre Segurança Pública e Segurança Privada? Esclareça suas dúvidas clicando nas opções abaixo.

Segurança Privada
É um ramo de atividade que tem como objetivo a proteção de patrimônios ou pessoas.
A segurança pública é dever do Estado, enquanto que a segurança privada é a direito de proteger a si, sua família, seus empregados, seus bens, etc., dentro dos limites permitidos pela lei.

Segurança Pública
A segurança pública é exercida para se preservar a ordem pública e a segurança de pessoas e de seu patrimônio.
É exercida pelas Polícias Federal, Rodoviária Federal, Ferroviária Federal, Polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros Militares.

Legislação
A segurança privada é disposta pela Lei 7.102/1983, regulamentada pelo Decreto 89.056/1983 e normatizada pela Portaria 387/2006 (DG/DPF).

ATIVIDADES DE SEGURANÇA PRIVADA
Vigilância Patrimonial
• Tem como objetivo garantir a segurança física das pessoas e a integridade do patrimônio no local ou em eventos.
• É uma atividade exercida dentro dos limites de estabelecimentos urbanos ou rurais, públicos ou privados.
Transporte de Valores
• Transporte de bens ou valores, utilizando veículos comuns ou especiais.

Escola Armada
• É o transporte de qualquer tipo de carga ou de valores, incluindo o retorno da guarnição com os respectivos armamentos e equipamentos, com os pernoites necessários.

Segurança Pessoal
• Atividade de vigilância que tem como objetivo garantir a segurança física de pessoas, incluindo o retorno do vigilante com o respectivo armamento e equipamentos, com os pernoites necessários.
Curso de Formação
• Formação, especialização e reciclagem dos vigilantes.
Obs: Profissionais Credenciados – Essas atividades devem ser exercidas por profissionais credenciados pela Polícia Federal, através de cursos de formação e extensão, em empresas especializadas.SEGURANÇA PRIVADA NO BRASIL
• A atividade de segurança privada é permitida no país, e está regulamentada pela Lei nº 7.102/83.
• Nesta lei estão descritos os limites de atuação dos agentes de segurança privada.
• Já a Portaria nº 387/2006 altera e consolida normas aplicadas sobre segurança privada e esclarece quais são as atividades da segurança privada.
O curso de vigilante deve ser no mínimo 16 dias (160 horas/aula) e são ministradas as seguintes matérias:
• Noções de segurança privada, legislação aplicada, direitos humanos e relações humanas no trabalho, sistema de segurança pública e crime organizado, prevenção e combate a incêndio e primeiros socorros, educação física, defesa pessoal, armamento e tiro, vigilância, radiocomunicação e alarmes, criminalística e técnica de entrevista.
• A legislação também determina que os vigilantes portem a Carteira Nacional dos Vigilantes (CNV), limita o porte de armas de fogo pelos vigilantes para apenas quando em serviço.
• São permitidos: revólveres calibres 32 ou 38, espingardas calibre 12, 16 ou 30.
• As leis citadas também proíbem o uso de uniformes semelhantes ao das Forças Armadas e polícias.
• A Portaria nº 20/2006, baixada pelo Chefe do Departamento Logístico do Exército, autoriza o uso de armas não-letais (gases e sprays químicos, armas de choque, etc) pelas empresas de segurança.
• Segundo dados da federação nacional que representa o setor, o número de empresas de segurança privada no Brasil aumentou cerca 64,64%.
• O portal Valor Econômico divulgou que o número de empresas passou de 1386, em 2002, para 2282, em 2012, empregando formalmente cerca de 690 mil trabalhadores.
Obs: Mercado de Segurança Privada – De acordo com pesquisas de organizações internacionais, o Brasil já é o 5º maior mercado do mundo no setor de segurança privada. Um dos fatores apontados como determinante para o crescimento deste serviço no país é a sensação de insegurança na sociedade.CRESCIMENTO NO SETORPOLÍTICAS E DEFINIÇÕES
Veja informações sobre Políticas de Segurança Pública e algumas definições clicando nos números abaixo:

1 → Políticas e Conceitos
• É uma atividade desenvolvida por empresas especializadas em segurança, e empregam profissionais denominados vigilantes, utilizando equipamentos que servem para inibir ou impedir atos contra a pessoa e o patrimônio.
• Em relação às políticas da Segurança Privada, está a obediência aos princípios da dignidade da pessoa humana e das relações públicas, procurando a satisfação dos usuários do serviço, assim como a atuação preventiva dos profissionais de segurança protegendo ao patrimônio e à pessoa.2 → Vigilantes
• São os profissionais que atuam nas empresas especializadas e das que possuem serviços orgânicos de segurança.
• São capacitados por cursos de formação.
• Devem ser registrados no Departamento de Polícia Federal.3 → Empresas Especializadas X Empresas de Serviço Orgânico de Segurança
• Empresas especializadas são prestadoras de serviços de segurança privada.
• Elas são autorizadas pelo Departamento de Polícia Federal a exercer a vigilância patrimonial, transporte de valores, escolta armada, segurança pessoal e cursos de formação de vigilantes.
• Já as empresas que possuem serviço orgânico de segurança não são empresas especializadas, mas estão autorizadas a constituir um serviço próprio de vigilância patrimonial ou de transporte de valores.

4 → Transporte de Valores
• É o transporte de numerário, bens ou valores, utilizando veículos comuns ou especiais.
• O transporte de valor igual ou superior a 20.000 UFIR (Unidade Fiscal de Referência) deve ser realizado em veículos especiais, guarnecido por no mínimo quatro vigilantes.
• Valores entre 7.000 e 20.000 UFIR pode ser feito em veículo comum, com no mínimo dois vigilantes.

5 → Segurança Pessoal Privada
• Atividade que tem como objetivo garantir a segurança física das pessoas.
• É exercida por profissionais especializados.

6 → Escolta Armada
• Atividade que tem como objetivo garantir o transporte de qualquer tipo de carga ou valor.
• A guarnição é composta de quatro vigilantes, com o motorista, em um veículo com quatro portas, com sistema de comunicação e com identificação externa.
Obs: A Segurança Privada é regulada, autorizada e fiscalizada pela Polícia Federal.

Comentários

  1. clecio

    Boá está mensagem

  2. Nocoes de sequranca privada

  3. Esse curso muito bom pra min se qualificar mais e ter mais conhecimentos

  4. Esse curso nocoes de sequranca privada e muito bom pra meu conhecimento profissional

  5. Jucilene natalício dos santos

    Pretendo atuar nessa área de segurança com força e coragem e com muita respossabilidade ,e ética profissional,. Pois meu dever é proteger a integridade das pessoas e do patrimônio com segurança.

  6. Trabalho atualmente como vigilante, e muito bom saber e conhecer tudo sobre esta função que boa de exerce.

    • Danyllo Rodrigues

      Ficamos feliz de poder auxiliar em sua profissão Roberto, lhe desejo todo sucesso!

  7. Wanderley

    Boa área para se trabalhar. mas temos muitos supervisores despreparados.

  8. Eu queria saber noções do curso de vigilante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *